Copyright © 2016 Escola de Inovação. Todos os direitos reservados.

Porto Alegre/RS

Os princípios por trás do Design Thinking

 

O Design Thinking é uma metodologia ou, como muitos preferem chamar, uma abordagem para solucionar problemas de forma criativa e colaborativa e, essas duas palavras norteiam bem cada uma das etapas que devem ser seguidas, desde o entendimento do real problema, passando pela geração e seleção de ideias, até o momento dos testes e efetiva implementação da iniciativa. Cada uma das etapas do Design Thinking deve ser realizada levando em consideração alguns princípios básicos, porém fundamentais para desenvolver iniciativas centradas no ser humano. O aspecto social é mandatório e está desdobrado nos princípios abaixo:

 

Empatia: design começa, estabelecendo uma profunda compreensão sobre aqueles para quem desenvolvemos produtos ou serviços. A realidade deve ser construída pelas pessoas que a habitam, não é mesmo?

 

Colaboração: integrar pessoas com modelos mentais diferentes pode gerar resultados extraordinários, mas não se esqueça, colaboração é coisa do dia a dia. Você já pensou no potencial criativo de uma equipe formada por pessoas com o mesmo background?

 

Experimentação: transformar novas ideias em algo concreto, que possa despertar reações, sentimentos e feedbacks faz parte do processo de evolução de um projeto. Como diria David Kelley, “se uma imagem vale mais que mil palavras, um protótipo vale mais que mil reuniões”. Você concorda?

 

Qualquer projeto deve ter como pano de fundo alguns princípios, e o caráter agregador de áreas como design e inovação exigem uma abordagem multidisciplinar, conduzida com foco no usuário e com a perspectiva de que o fazer e aprender é mais relevante do que o minucioso planejamento da iniciativa.

 

Construir uma proposta de valor aderente às necessidades das pessoas não é fácil, ainda mais em tempos onde as empresas não criaram o hábito de tomar decisões centradas no ser humano, e seguem direcionando o negócio exclusivamente com base nos aspectos financeiros.

 

A mudança no mindset das pessoas por trás das marcas é um processo complexo, mas necessário para criar um mundo melhor. Muitas empresas, como IBM e GE, já estão nesse processo de mudança, desenvolvendo uma cultura aderente com o novo mundo, que já não é tão novo assim e que logo se tornará velho. Mas isso faz parte do jogo, né? Contudo não se esqueça do poder desses três princípios e que o conhecimento tem prazo de validade!

 

Até a próxima reflexão inovadora!

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

3 Perguntas que todo inovador deve fazer

October 22, 2017

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square